Como separar os resíduos sólidos?

O que é reciclável?

  • Papel - jornais, revistas, panfletos, impressos, cadernos,...;
  • Plástico - tampas, escovas de dente, baldes, embalagens de alimento e produtos de beleza;
  • Vidro - copos, frascos de remédios, perfumes, jarras, garrafas (embalar com segurança);
  • Metais - latas de comida e bebidas, panelas, latas de alumínio, aço,...
  • Óleo de cozinha.

 

Os itens devem ser limpos e secos (o lixo não precisa ser lavado, apenas enxaguado para retirar resíduos).

Coloque os itens soltos dentro do saco plástico do SAMAE. Não precisa acondicionar o lixo em sacolas plásticas.

 

O que não é reciclável?

  • Restos de comida (utilizar como adubo orgânico);
  • Lixo úmido;
  • Fraldas, papel higiênico e absorventes;
  • Caixas de comida, plásticos ou papel engordurado (pizzas, lanches);
  • Móveis e eletrodomésticos (se estiverem em bom estado, redirecionar para doação da campanha Bota Fora);
  • Seringas e utensílios médicos/farmacêuticos (depositar nos destinos corretos dos mesmos);
  • Latas de aerossóis, latas com tinta e inseticidas (químicos) (depositar nos destinos corretos dos mesmos).

 

Logística Reversa

De acordo com a Lei n° 12.305, de 2 de agosto de 2010, a qual institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos, os resíduos de pilhas, baterias, lâmpadas fluorescentes, pneus, eletroeletrônicos, embalagens de óleos lubrificantes e agrotóxicos devem seguir a Política de Logística Reversa, ou seja, deverão ser devolvidas na loja onde foram adquiridas.